sábado, 1 de outubro de 2011

O que diabos é "Visual kei"? - Definições.

Ao analisar vários fãs de visual kei no Brasil você percebe uma coisa: nenhum sabe o que é visual kei.

Pergunta: Por que alguém é fã de algo que não sabe o que é!
Resposta: Porque são idiotas.

Então pra você entender o que é visual kei, eu vou explicar resumidamente o que ele é, se você não concordar com o que ler, vai tomar no cu, isso não é opinião, são os fatos.


O que é Visual kei?

Visual kei , como conhecemos no ocidente, é um movimento musical japonês que teve origem nos anos 80 e que é definido pela liberdade musical e visual de seus músicos e uma forte relação com um conceito, o que dá um ar teatral às bandas que são rotuladas assim.
Aquele blablabla de que japonês é tudo igual e sacrificou seus valores individuais em pró do coletivo para o país se reerguer após a 2º grande guerra todo mundo sabe, o que ninguém sabe é que a relação com "visual kei" para os japoneses vai muito além das bandas do próprio país, qualquer artistas que tenha um apelo visual forte vai ser chamado de "visual kei" no japão, que significa lietralmente "estilo visual", porém, como estamos falando da "cena nacional" vamos falar de "visual kei" como este movimento musical oitentista japonês que teve seu auge nos anos 90 e começar a explicar por cima como ele surgiu.


O Começo

Bom, podemos dizer que o estilo visual começou a muito tempo, no final dos anos 60/começo dos anos 70 existiam algumas bandas de pré-punk que eram chamadas de "Glam Rock" ou "Glitter Rock", eles eram chamados assim pelo glamour nas apresentações e vestuários, geralmente com muito glitter, visuais andróginos e cabelos coloridos. Talvez o principal nome dessa época e que você ja deve ter ouvido falar foi o David Bowie, existiriam outros artistas como o T-Rex (X Japan tem um cover gravado do T-Rex que saiu de b-side em um single) e a brasileira Secos e Molhados.
O glam rock influenciou o movimento punk dos anos 70 e também o hard rock setentista. surgiu então o pós-punk e o glam metal. Esses dois estilos foram as duas peças fundamentais para o surgimento do movimento visual kei.


Pré-visual kei


No Japão, qualquer artistas que use performances com ênfase no visual é chamado "visual kei" (que significa nada além de "Estilo visual") Artistas como Kiss, Motley Crue e The Cure foram considerados artistas visual kei e outros como Black Veil Brides, Rammstein e Marylin Manson são rotulados assim no Japão atualmente pela maioria dos fãs.
O Kiss tinha influências de filmes de terror e histórias em quadrinhos japonesas, e foi a maior inspiração visual do X-Japan, a segunda banda que influenciou o movimento no formato música foi o Motley Crue com seu glam metal e por último o The cure e seu punk decadente. em meados de 1984 começa a surgir a maior leva de bandas com apelo visual no Japão, em 1987 ele chegou ao mainstreen: X Japan, Buck Tick, Boowy, D'erlanger, Dead End, entre outras foram bandas fundamentais para o que viria a seguir.


Visual kei.

Em 1991 o guitarrista do X Japan em entrevista deu o pontapé inicial, em uma entrevista ele foi perguntado qual era o seu estilo de fazer música, e ele respondeu: "é estilo visual".
A mídia tinha o que precisava, um nome comercial para um rótulo, e a banda que impulsionou o chamado "visual kei" foi o Luna Sea, a banda mais copiada até os dias de hoje. A música do Luna Sea definiu o padrão da "música visual kei", e o estilo visual chegou ao mainstream e no final dos anos 90 estava tão saturado de bandas iguais, repetidas, sem criatividade que após 2002 o estilo definhou e hoje quase não existe (se você considera essas bandas atuais algo próximo do visual kei, vá tomar no meio do seu cu)

Yoshiki, baterista e líder do X Japan disse que quando a banda se formou, eles não estavam ligados a movimento nenhum, mas acabaram criando uma cena, e ele disse que visual kei não tem nada com música ou visual, visual kei é como liberdade.

Durante estes anos se formaram as famosas subdivisões do visual kei, e muita gente compreende elas de forma errada, na verdade muita gente compreende todo o visual kei de forma errada, então vou explicar isso também.



kote kei: (コテ系): Também conhecido como "kotekote" ou "kotevi" significa "estilo principal" ou "estilo carro-chefe". Não foi o primeiro a aparecer, mas foi o tipo de manifestação que chegou ao mainstream japonês.
Cabelos coloridos de todas as formas e tamanhos, roupas extremamente trabalhadas e conceito muito bem elaborados, explorando a ligação teatral entre música/visual, foi o auge do visual kei. é dividido em dois outros subgrupos, o lado negro (kuro kei) e o lado branco (shiro kei).
**Kuro kei: São bandas que dão mais enfase na música e usam visuais mais obscuros e simples como Dué le Quartz, NéiL, NOi'X e outras bandas da key party.
**Shiro kei: São bandas que dão enfase no aspecto teatral com visuais até carnavalescos, o principal mentor desde estilo foi a banda Malice Mizer e teve outros representantes como Aliene Ma'riage, Phantasmagoria e o antigo Dir en Grey

kurofuku kei: (黒服系) : Significa "estilo de roupas pretas" e foi a primeira manifestação do visual kei no final dos anos 80 e chegou até o começo dos anos 90, muitos influenciados pelo pós-punk e death rock, você vê aqui roupas pretas e cabelos gigantescos, maquiagem sempre obscura e feminina, Luna Sea foi o precursor e teve vários seguidores como o Die en Cries, L'arc~en~ciel antigo, Boowy, Silver~Rose entre outros.

Visual Shock : O tão aclamado estilo criado pelo X Japan com seu lema "Psychedelic Violence crime of Visual Shock) visuais geralmente punks e coloridos, com cabelos muito compridos e literalmente em pé, muitas bandas no final dos anos 80 assumiram visuais punks e coloridos em algumas épocas, como o kamaitachi.

oshare kei: (おしゃれ系): Significa "estilo fashion" e ganhou popularidade após 2002 com a queda do kote kei, em geral, são bandas com uma sonoridade alegre e até mesmo infantil, a maioria com assuntos sobre escola e coisas fúteis adolescentes., algumas bandas que se encaixam aqui: An cafe, Charlotte, Dolphin, entre outras.

soft visual kei: (ソフト・ヴィジュアル系): Significa "Estilo de visual leve" e são bandas que andaram lado a lado com o kote kei nos anos 90, mas assumiam uma postura mais light, usando visuais que hoje são considerados comuns, esse estilo também foi mainstream e começou a sumir junto com o kote kei no começo da último década. Os principais expoentes foram o Siam Shade, Janne Da Arc e Sophia

neo visual kei: (ネオヴィジュアル系) : Apenas um termo pra definir as bandas após o ano 2000 que entram em contraste com as bandas dos anos 90.

koteosa kei: (コテオサ系): Kote + Oshare. São bandas que misturam os dois estilos, possuem uma sonoridade mais agressiva porém com um ar mais pop, assim como Lolita23q, Ayabie e Wizard.

chikashitsu kei: (地下室系): Significa "Estilo Alternativo" e é um estilo totalmente a parte dos outros, as bandas que fazem parte dessa linhagem buscam conservar o valor japonês em suas músicas, fazendo eternas críticas a sociedade com músicas fortes e impulsivas que a ouvidos menos preparados podem soar como "bizarras" em bandas mais entusiastas.
Dentro dessa linhagem existem algumas outras e fica difícil definir as bandas que pertencem a cada uma, mas aqui podemos citar Inugami-Circus-Dan.
***shironuri kei: (白塗り系): Significa "estilo branco-pintado" e aqui o estilo sofre influencia do movimento "eroguro nonsense", temas e críticas ambientados em prostibulos com carnificas e textos bizarros, maquiagens borradas e cabelos bagunçados são comuns nos conceitos destas bandas.
Vale lembrar que, o shironuri está dentro do chikashitsu, ou seja: toda banda shironuri é chikashitsu também, mas nem toda banda chikashitsu é shironuri, apenas as que tem influencia do eroguro nonsense podem ser definidas assim.Aqui podemos enquadrar facilmente o Cali≠Gari.
***pikopiko kei: (ピコピコ系): Significa "Estilo zunido" e são bandas que utilizam uma sonoridade experimental e eletrônica com referências a temas infantis mas de forma mais pesada, maquiagens pesadas e borradas com roupas futuristas são comuns neste estilo, assim como o uso constante de sintetizizadores e outras coisas experimentais, se enquadra aqui o Metronome.
Vale ressaltas que assim como o shironuri, o pikopiko também está dentro do chikashitsu.
Outras bandas que se encaixam no chikashitsu de forma geral: Anti-kranke, sex android, floppy, dokusatsu terrorist, Guru guru Eigakan.

nagoya kei: (名古屋系): Termo usado para se referir a cena de Nagoya, que por ter muita influencia de death rock acabou seguindo um rumo musical um pouco diferente do kote kei, apesar de serem muitos semelhantes. Toda e qualquer banda visual kei de Nagoya pode ser chamada assim: Lynch, Sleep my Dear, Blast, Kuroyume e etc.

iryou kei: (医療系): Termo usado pra designar bandas que usam elementos hospitalares em seus visuais, não é uma sub-divisão, é só um termo tosco inventado pelos japoneses, bandas como o LuLu se encaixam aqui.


Vale a pena lembrar que a maioria dessas subdivsiões está relacionada apenas com o visual, apesar de que as bandas geralmente seguem seu conceito música direcionado para o aspecto visual, isso não é regra, então entenda as subdivisões apenas como estético visual e não musical.

Acordem.

att,
Anônimo

3 comentários:

  1. Uma pessoa anônima me pediu pra colar o comentário dela:

    "O que é Visual kei?

    Visual kei , como conhecemos no ocidente, é um movimento musical japonês que teve origem nos anos 80 e que é definido pela liberdade musical e visual de seus músicos e uma forte relação com um conceito, o que dá um ar teatral às bandas que são rotuladas assim."

    Errado. Primeiro, vamos ao conceito de "movimento":

    "Movimento - agitação, fermentação política; Denominação de certos agrupamentos políticos"

    Fonte: Larousse Cultural.

    Qual objetivo do visual kei? Nenhum. Sabe porque nenhum? Porque para os próprios artistas que compuseram a primeira leva do visual kei, para quem "formulou" o visual kei, havia controvérsias sobre o sentido dele.
    Para uns era uma forma de expressão, para outros era um estilo de indumentária, para outros, era um sentido de vida, uma filosofia. Que tipo de movimento se articula sem base?

    "definido pela liberdade musical"

    Mentira. O visual rock (colega, você já erra por chamar o estilo músical puramente de 'visual kei') como qualquer estilo musical, teve uma base clara de composições bem semelhantes, até "vertentes", por assim dizer. Haviam vertentes mais puxadas pro metal, tipo o X Japan e aquele pop experimental tipicamente japonês do LUNA SEA, MASCHERA, Laputa etc. O pop rock mais puro e de influências Glam, tipo o DEAD END e os mais "góticos", tipo BUCK-TICK e SOFT BALLET (que eram mais pro dark wave etc.). Não era "libertário".

    "e uma forte relação com um conceito, o que dá um ar teatral às bandas que são rotuladas assim."

    Que conceito?? Ar teatral? Sabe o que é teatro? O que eles tinham era PERFORMANCE, não ar teatral. Virou Kabuki agora?

    ResponderExcluir
  2. Hello,we are Ⅸ.
    Please listen to our songs..I hope you like it.
    https://www.youtube.com/watch?v=KSxMmWB8Tdw
    Thank you.
    From No.Ⅸ
    Tokyo, Japan

    1ST MINI ALBUM
    ”VIDYA”

    1.Remembrance
    2.壮美なゆらめき
    3.白蓮
    4.沈黙の塔
    5.Sky Burial
    6.彼岸と月
    7.Dirge

    2015.03.12 RELEASE
    ¥2,000 (Tax out) / IXNS-01

    ResponderExcluir